2016 será um segundo mais longo

9

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Eu espero que você esteja gostando de 2016, porque ele vai ser ainda maior do que os anos bissextos normais. O Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra (IERS) anunciou que em 31 de dezembro será acrescentado um segundo aos relógios do mundo após às 23:59:59 UTC.

O tempo tem sido tradicionalmente medido pela verificação de quão rápido a Terra gira com relação a objetos astronômicos. Porém, usar a rotação da Terra para medir o tempo não é muito preciso. A invenção dos relógios atômicos nos levou a medidas mais precisar, e o UTC faz uso disso.

No entanto, queremos manter as duas medições, UTC e o tempo solar médio (UT1), próximas uma da outra. As mudanças são pequenas, mas não queremos que elas sejam muito diferentes. Então, de vez em quando, a IERS insere um segundo no final de junho ou no final de dezembro. Segundos bissextos fornecem o pequeno ajuste necessário para manter UTC e UT1 com até 0,9 segundos um do outro.

O segundo bissexto foi introduzido em 1972 (ano mais longo, com um dia bissexto e dois segundos bissextos), e desde então 26 segundos bissextos foram introduzidos em intervalos entre seis meses e sete anos. O mais recente foi em 30 de junho de 2015.

Para computar a diferença na velocidade da Terra, o Observatório Naval dos EUA usa uma técnica de astronomia chamada interferometria de base de linha muito longa, que olha para fontes de ondas de rádio distantes com alta precisão. Com base nestas observações, não há a necessidade de um segundo bissexto a cada 2 anos.

Segundos bissextos podem ser adicionados ou subtraídos do UTC, mas até agora eles só foram adicionados.

Isso significa que queiramos ou não, 2016 vai nos acompanhar por algum tempo a mais. [IFFCG]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...