f

30 raças raras de cães que provavelmente você não conhece

Há mais de 10 mil anos atrás, a sobrevivência do homem era uma luta diária, a busca por comida era disputada com outros animais, desde os animais venenosos, caçadores felinos, e outros como os lobos. Os lobos, eram ariscos, raramente disputavam com os humanos, já que eles fugiam no instante que os via, com exceção dos mais mansos que ficavam por ali mesmo assim. A época em questão ainda não condiz com a origem dos cachorros que conhecemos e adotamos hoje, o domesticado, mas já dava indício evolutivo a dois tipos de lobos: os selvagens e os que se adaptaram a viver perto das pessoas. Com o tempo, os lobos que estavam acostumados a presença humana foram repassando seus genes aos descendentes e com isso, a família de lobos que conviviam com os humanos foram “aprendendo” a conviver, com o passar dos milhares de anos, a raça foi evoluindo para os cães atuais.

1. Mastiff tibetano

Esta bela bola de pêlo é usada para proteger mosteiros e casas no Tibete. Com um casaco natural grosso e pesando vários quilos, estes cães foram adaptados para sobreviverem aos invernos rigorosos da Ásia Central.

2. Dandie Dinmont Terrier

Este canino tem um belo penteado afro. Ele originou-se na Escócia, durante os anos de 1700. A raça é uma mistura de Skye Terrier com o extinto Scotch Terrier, dando ao cão sua aparência única.

3. Leonberger

Estes animais macios são resultados de um cruzamento entre um São Bernardo, e um cão de montanha dos Pirinéus.

4. Cão de água português

Estes cães são conhecidos por terem belos cachos, eles se dão muito bem na água. Eles foram originalmente criados nas costas de Portugal e usados para espantarem os peixes para as redes e também eram “seguranças” de navios. Na década de 30, a raça estava à beira da extinção até que um rico comerciante português iniciou um programa de recuperação, embora eles ainda continua a ser rara.

5. Löwchen

Löwchen significa “Pequeno Leão” em alemão, e é uma das raças mais raras do planeta, com uma história que data de 1442.

6. Griffon de Bruxelas

Este cão belga é descendente dos pequenos cães terrier que foram usados para caçar roedores. Griffons são afetuosos, charmosos, curiosos e conhecidos por sua expressão quase humana. A raça continua a ser extremamente rara.

Continue vendo essa postagem na próxima página clicando abaixo

Você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...