fbpx

A Groenlândia perdeu 217 bilhões de toneladas de gelo no último mês

Incríveis 217 bilhões de toneladas de água foram despejadas no Oceano Atlântico em julho. 11 bilhões de toneladas foram derramadas só no dia 31.

Este degelo maciço representa um dos piores derretimentos desde 2012, de acordo com o The Washington Post. Naquele ano, 97% da camada de gelo da Groenlândia foi derretida. Neste ano, até agora, 56% da camada de gelo já desapareceu, a diferença é que as temperaturas locais – de até 8ºC acima da média – foram maiores do que durante a onda de calor de 2012. O derretimento deste julho foi suficiente para elevar o nível médio global do mar em 0,5 milímetros.

Esse derretimento ocorreu após uma onda de calor atingir a Europa em julho, estabelecendo recordes de temperatura na França, afetando até a Polo Norte. E junho foi o mais quente já registrado em todo o mundo.

A Groenlândia está sofrendo com grandes incêndios. Imagem: Shuttersrock

O aquecimento global coincide com um aumento drástico nos níveis de dióxido de carbono atmosférico para valores não vistos desde os últimos 800.000 anos. Ao mesmo tempo, parte da Groenlândia está sofrendo com grandes incêndios.

A longo prazo, espera-se que a mudança climática provoque um derretimento ainda mais grave. Isso aumentará a intensidade das tempestades, inundação de áreas costeiras e, consequentemente, milhões de refugiados. Ao mesmo tempo, espera-se que o calor que está derretendo todo esse gelo torne muitas regiões pelo globo inabitadas em algumas partes do ano, à medida que as temperaturas sobem para além do que o corpo humano é capaz de suportar.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.