A Noruega está construindo o maior túnel para navios do mundo

158

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicado originalmente por Peter Dockrill | Science Alert
Traduzido e adaptado por Matheus Gonçalves

A Noruega anunciou seu plano de construir o maior túnel para navios do mundo, abrindo caminho para uma gigantesca passagem de 1,7 quilômetro a ser cavada embaixo de uma península rochosa no noroeste do país.

O túnel de barcos Stad deverá custar cerca de US $ 312 milhões para ser concluído, e permitirá que navios de cruzeiro, navios de carga e embarcações menores façam um atalho subterrâneo pela península de Stad, evitando os ventos e as águas do Mar de Stadhavet, trecho mais perigoso da costa da Noruega.

Quando concluído, o túnel terá cerca de 49 metros de altura, com uma largura de 36 metros. A construção poderia começar em 2019, e se tudo correr como planejado, o túnel estará aberto para navios até 2023.

Climatologia Geográfica

A Administração Costeira Norueguesa (NCA), órgão responsável pelo projeto, diz que cerca de 3 milhões de metros cúbicos de rocha precisam ser destruídos para escavar o túnel, pesando aproximadamente 8 milhões de toneladas.

A NCA diz que levará de três a quatro anos para fazer, mas uma vez que o túnel estiver terminado, cerca de 100 navios de carga e de passageiros poderão utilizar a passagem diariamente. Os navios de grande porte terão prioridade para passar pelo túnel, com embarcações mais pequenas tendo que esperar por navios de passageiros e de carga, ou só usarão o túnel em certos momentos, sugerem os planejadores.

Geralmente, quando as passagens são construídas para os navios, são chamadas de canais e não têm tetos; mas neste caso fazer um túnel era uma opção muito mais prática e econômica, considerando o terreno montanhoso acima do túnel (com alturas ultrapassando os 335 metros). Fazer um canal obrigaria a explodir ainda mais pedras.

Quando a construção começar, as equipes começarão a perfurar de ambos os lados da montanha e se encontrarão no meio. Ambas as extremidades do túnel serão equipadas com blocos de concreto e para-choques de borracha para suportar o impacto de um navio que se aproxima, e navios que viajam através do túnel serão obrigados a observar distâncias mínimas na frente e atrás, para evitar o risco de colisão.

Enquanto os opositores do plano criticam o túnel pelo seu alto custo, a NCA diz que a passagem vai economizar dinheiro, fornecendo um meio mais rápido e seguro de viagem.

Climatologia Geográfica

Marinheiros e pescadores do país têm desejado tal atalho desde o final do século XIX, e finalmente parece que terão a satisfação de utilizar o atalho.

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...