Acharam na Argentina pegadas nunca vistas de um tigre pré-histórico

44

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os investigadores do Museu Municipal Punta Hermengo da cidade de Miramar, uma província de Buenos Aires, na Argentina, anunciaram recentemente que encontraram as primeiras pegadas fossilizadas de um tigre dentes de sabre pré-histórico em todo o mundo, informaram os portais locais.

A descoberta aconteceu na praia, perto da área dos pescadores da cidade. Segundo o estudo realizado e depois publicado nas “Jornadas Argentinas de Paleontologia de Vertebrados”, os rastros das patas traseiras e dianteiras ficaram conservadas em um sedimento de trigo muito fino durante uns 50.000 anos, isto é, tempo pra caramba!

Os cientistas ainda afirmaram que estas pegadas pertencem ao Smilodon populator, a maior das três espécies de tigres dentes de sabre conhecidas. Essa determinada espécie é cerca de 20% maior do que o tigre de Bengala. A pegada da pata dianteira tem 17,6 centímetros de comprimento e 19,2 de largura.

Acredita-se que essa animal tenha vivido apenas aqui nas terras da América do Sul. Sua extinção deve ter acontecido há cerca de 10.000 anos devido aos seus meios de caça, já que existem teorias que dizem que este tipo de animal preferia caçar mamíferos grandes, isto é, dificultando sua alimentação. Além disso, ainda não se sabe como era o comportamento social desse animal. [RT]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...