Afinal de contas, a Lua tem movimento de rotação?

994

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Por Nola Taylor Redd | Space

Traduzido e adaptado por Matheus Gonçalves

 

Observadores atentos provavelmente já notaram que a Lua mantém sempre exatamente o mesmo lado voltado para a Terra. Isso pode gerar o questionamento: a lua gira? A resposta é sim, embora possa parecer que não em um raciocínio mais simplista.

A Lua orbita a Terra uma vez a cada 27,322 dias. Também leva aproximadamente 27,3 dias para girar uma vez em torno do seu eixo. Como consequência, temos a impressão de que a Lua não gira, mas que seu eixo está perfeitamente imóvel quando visto da Terra.

O lado da Lua que está sempre de frente para a Terra é conhecido como “lado próximo”, enquanto o lado oposto é chamado de “lado distante”. As vezes, o lado distante é chamado de lado escuro da Lua, mas a denominação é imprecisa. Quando a Lua está entre a Terra e o Sol (fase da lua nova), o lado distante é iluminado pelo Sol.

No entanto, a órbita e a rotação não são perfeitamente compatíveis. A Lua viaja em torno da Terra em uma órbita elíptica. Quando a Lua está mais próxima da Terra, sua rotação é mais lenta do que sua viagem pelo espaço, permitindo que os observadores vejam 8 graus a mais no lado oriental. Quando a Lua está mais distante, a rotação é mais rápida e vemos os mesmos 8 graus no lado ocidental.

Se você pudesse viajar para o lado distante da Lua como os astronautas da Apolo 8 fizeram, você veria uma superfície muito diferente da que está acostumado a ver da Terra. Enquanto o lado próximo é mais planificado, o lado distante é cheio de crateras.

O período de rotação da Lua nem sempre foi igual à órbita ao redor do planeta. Assim como a gravidade da Lua afeta as marés na Terra, a gravidade da Terra afeta a Lua. Como a Lua não tem um oceano, a Terra puxa sua crosta, criando uma protuberância de maré na direção apontada para a Terra.

A gravidade da Terra puxa a protuberância de maré mais próxima, tentando mantê-la alinhada. Isso cria uma fricção de maré que retarda a rotação da Lua. Com o passar do tempo, a rotação foi suficientemente retardada para que os movimentos de rotação e translação combinassem, e a mesma face estivesse sempre voltada para a Terra.

A Terra, por sua vez, não escapa do processo completamente ilesa. Assim como a Terra exerce atrito na rotação da Lua, a Lua exerce atrito na rotação da Terra, o que faz com que a duração do dia aumente alguns milissegundos a cada século.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...