ALERTA: Um forte El Niño pode estar se desenvolvendo EM 2014

19

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os dados de satélites e sensores oceânicos indicam que um forte El Niño parece estar se desenvolvendo no Oceano Pacífico equatorial.  O fenômeno, que é um  ciclo natural do clima e traz temperaturas anormalmente altas para o Oceano Pacífico, ocorre quando a temperatura da superfície do mar oriental do Pacífico equatorial está superaquecida, o que acaba provocando mudanças na circulação atmosférica que afeta os padrões de chuvas e tempestades em todo o mundo.

Altura da superfície do mar pode revelar se esse calor está sendo armazenado em determinadas regiões do oceano, uma vez que a água se expande quando se aquece. A altura acima do normal da superfície do mar no Oceano Pacífico equatorial, por sua vez, pode sugerir que um El Niño está em desenvolvimento, de acordo com o Observatório Terra da NASA . Uma anomalia semelhante apareceu durante o mês de Maio de 1997 – que coincidiu com um dos mais fortes El Niños já experimentados. Naquele ano, a América do Norte viu um de seus invernos mais quentes e mais úmidos no registro; na América Central e América do Sul foram observadas tempestades imensas e grandes inundações; a Indonésia, juntamente com partes da Ásia sofreram secas severas, segundo o Observatório da Terra.

Condições atuais mostrada aqui na sessão de monitoramento global

“O que estamos vendo agora no Oceano Pacífico tropical é semelhante às condições em início de 1997”, disse Eric Lindstrom, gerente do programa de oceanografia na sede da NASA, em comunicado ao Earth Observatory. “Se isso continuar, nós poderíamos estar olhando para um grande El Niño neste outono. Mas não há garantias.” Uma rede de sensores instaladas em áreas do Oceano Pacífico revela que uma profunda piscina de água morna está se deslocando para o leste, apoiando os dados de satélite, de acordo com o Observatório da Terra.

O modelo emitidO no dia 8 de maio pelo Centro de Previsão do Clima e Serviço Meteorológico Nacional prevê que as chances de um El Niño estar em desenvolvimento durante o verão são mais de 65 por cento. “Estas condições atmosféricas e oceânicas indicam coletivamente uma evolução contínua em direção a El Niño”, conforme emitiu o alerta.

Este evento pode ser apenas o começo do mais intenso El Niños que estar por vir, de acordo com a pesquisa detalhada, lançada no dia 19 de janeiro na revista Nature Climate Change. Esse estudo sugeriu que os mais poderosos eventos de El Niño pode ocorrer a cada 10 anos, em vez de a cada 20 anos, devido ao aumento da temperatura da superfície do mar em geral no leste do Oceano Pacífico.

 

Fonte: Livescience

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...