Sem precedentes: meteorologistas nunca viram uma tempestade como o Irma

16

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Poucos dias depois que o furacão Harvey trouxe chuvas históricas para partes do Texas e de Louisiana, outro furacão potencialmente catastrófico surgiu no Atlântico.

O furacão Irma rapidamente se fortaleceu com a ajuda de águas oceânicas mais quentes que o normal na terça-feira, subindo para uma tempestade de categoria 5 com velocidades de ventos estimados de 300 km/h – o mais forte já medido no Oceano Atlântico.

Na quarta-feira, o Irma passou em várias ilhas do norte do Caribe, incluindo Barbuda, Anguilla, São Martinho, São Bartolomé e várias Ilhas Virgens Britânicas. Em alguns dos primeiros relatórios de St. Martin, as autoridades dizem que a ilha sofreu “grandes danos”, com vários dos edifícios mais fortes destruídos. Veja as fotos aqui.

Simplesmente, os meteorologistas nunca esperavam uma tempestade como o Irma. A tempestade parece ter excedido a força teórica máxima para um furacão em seu ambiente – uma estimativa baseada na temperatura atual da água e outras condições.

As pessoas no caminho do Irma nunca passaram por uma tempestade tão forte, e o furacão pode reescrever a história das ilhas que experimentaram o golpe direto. O Irma embala um conjunto de destruição que é mais forte do que Andrew ou Katrina, dois dos mais famosos furacões recentes.

À medida que os meteorologistas se maravilharam com a tempestade de longe, as aeronaves caçadoras de furacões enviaram fotos de dentro do olho. Sismólogos no Caribe notaram que os ventos e ondas do furacão se registraram nos sismógrafos, pois ele se aproximava das ilhas Leeward, num exemplo incrível da força do Irma.

O furacão José, logo atrás do Irma, já chegou na categoria 4 e deverá assolar as regiões que o furacão anterior já devastou.

De todas as formas, o furacão Irma é um lembrete de que as temperaturas dos oceanos estão se elevando devido ao aquecimento global, e que desastres como esses deverão ser muito mais comuns do que hoje.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...