Baleias e golfinhos também lamentam a morte de seus parentes, aponta estudo

16

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os cientistas descobriram que pelo menos sete espécies de mamíferos marinhos lamentam a morte de familiares ou amigos. O estudo identificou que esses mamíferos se aproximavam dos corpos de seus amigos mortos, e mantinham vigília ao longo de um período de tempo. Embora não possam determinar com certeza a causa por trás deste comportamento, a explicação mais provável que os pesquisadores chegaram é que esses animais estão de luto.

 
“O estudo ajuda-nos a entender que esse estado de luto é um comportamento comum e globalmente difundido em espécies de vida longa e altamente sociáveis”, dizem os pesquisadores da Universidade de Milano-Bicocca, na Itália.

“Nós descobrimos que é muito comum uma distribuição mundial deste comportamento”, disse Melissa Reggente, co-autora do estudo. “Eles sabem que algo está errado”, concluiu ela. Mas, embora o comportamento seja comum, a forma como esses animais se lamentam é variada, ou seja, cada espécie se comporta de uma maneira diferente. Por exemplo, uma baleia de assassina, chamada de L72, recentemente foi vista carregando seu recém-nascido morto em sua boca.

“Ela estava tentando manter seu filhote na superfície equilibrando-o em cima da cabeça”, disse Robin Baird, um dos autores do estudo. “Os animais também passam por um momento de emoções que você ou eu temos quando um ente querido morre”, concluiu ele. [ScienceAlert]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...