Câncer contagioso está se espalhando entre espécies de moluscos

33

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Um tipo de câncer contagioso semelhante a leucemia está se espalhando entre várias espécies de amêijoas, mariscos e mexilhões. Ele é conhecido como neoplasia disseminada, e de acordo com um novo estudo publicado na renomada revista Nature, parece ser transmitido entre espécies de bivalves marinhos – provavelmente através da água.

extra_large-1466668680-cover-image[1]

A maioria dos cânceres são causados por alterações e mutações que se acumulam nos genomas das células ao longo do tempo. Até recentemente, conhecia-se apenas dois exemplos de câncer transmissíveis na natureza: um tumor venéreo que afeta cães e um tumor facial em demônios-da-Tasmânia. No ano passado, pesquisadores que estudam mariscos de casca mole (Mya arenaria) na costa leste dos EUA descobriram que as células cancerosas estão sendo passadas de um molusco para outro. Essa descoberta indica que os cânceres transmissíveis podem ser mais comum do que pensamos.

Para ver se os cânceres em outros bivalves são causados por células independentes, uma equipe da Universidade de Columbia liderada por Stephen Goff recolheu mexilhões (Mytilus trossulus, na foto de cima), berbigões (na foto abaixo, à esquerda), e mariscos de casca dourada (Polititapes aureus, abaixo à direita) em vários locais da Columbia Britânica, Canadá e da costa da Galiza, na Espanha.

content-1466669319-bivalves[1]

Eles descobriram que o câncer não se espalha apenas entre indivíduos da mesma espécie, mas também entre diferentes espécies de moluscos. Ainda não está claro como o câncer se espalha. Como esses invertebrados se alimentam por filtração sem realmente se mover, provavelmente o câncer se espalha pela água. [IFFCG]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...