fbpx

Chimpanzés em cativeiro aprenderam um comportamento de escavação nunca antes visto

Shutterstock

Se precisarmos de mais evidências da inteligência dos chimpanzés, uma pesquisa recente publicada no PLoS ONE mostra que um grupo de indivíduos cativos conseguiu descobrir como utilizar ferramentas para “escavar” alimentos enterrados no solo. Este é um desenvolvimento interessante porque, até bem recentemente, acreditava-se ser uma habilidade reservada aos humanos e aos nossos (agora extintos) parentes hominídeos. Assim, acreditava-se que essa prática nos separava (homininas) deles (outros primatas).

Agora sabemos que isso não é verdade.

Pesquisas recentes mostraram que os chimpanzés são capazes de usar lanças para caçar e varas para pescar. Também sabemos que os chimpanzés selvagens (e os macacos-prego) aprenderam a usar ferramentas para desenterrar guloseimas saborosas, como raízes de plantas e tubérculos. Então, para tentar entender como esses comportamentos se desenvolveram, os pesquisadores realizaram dois experimentos examinando o uso de ferramentas em chimpanzés cativos.

No primeiro experimento, os pesquisadores colocaram frutas em 5 pequenos buracos escavados no recinto dos chimpanzés no zoológico de Kristiansand, na Noruega. Inicialmente, os buracos foram deixados abertos para que os chimpanzés pudessem ver a fruta. Mais tarde, eles foram tampados. Os pesquisadores também deixaram ferramentas “prontas” (também conhecidas como galhos de árvores e cacos) no recinto para os chimpanzés usarem, se quisessem.

O segundo experimento era quase igual, só sem a adição das ferramentas prontas.

https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0215644
PLOS ONE

A equipe observou “comportamentos de uso de ferramentas” (mostrados acima) ao longo dos experimentos, sendo a escavação a mais frequente, seguida de sondagem, perfuração, escavação e ampliação. Além disso, 9 dos 10 chimpanzés conseguiram escavar a fruta enterrada pelo menos uma vez, 8 dos quais usaram ferramentas para o fazer. (A escavação manual, no entanto, ainda era o método preferido.) Quando as ferramentas não eram prontamente fornecidas (experimento dois), muitos chimpanzés saíam e se abasteciam da vegetação natural no recinto.

Os autores do estudo também observam que os chimpanzés foram vistos reutilizando certas ferramentas e muitas vezes usavam ferramentas mais longas em vez de ferramentas mais curtas.

Os pesquisadores também relataram chimpanzés revezando-se para escavar buracos e compartilhando frutos escavados com sucesso com outros no grupo. Um dos animais foi pego roubando frutas de um companheiro chimpanzé – e fugindo com seu prêmio.

Os pesquisadores dizem que, embora existam problemas em comparar um experimento em um ambiente cativo ao desenvolvimento da vida real, eles acreditam que nossos ancestrais hominídeos teriam aprendido a escavar com ferramentas de maneira semelhante aos chimpanzés no estudo. [PLoS ONE]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.