Artigos científicos, notícias e muito mais.

Cientistas descobrem novo movimentos dos olhos

Este novo movimento, que está escondido no nosso piscar constante, ajuda a estabilizar as imagens que captamos. “Ficamos realmente surpresos ao descobrir este novo tipo de movimento dos olhos e não era o que tínhamos previsto anteriormente”, disse Mohammad Khazali, da Universidade de Tübingen, na Alemanha.

Khazali e sua equipe não estavam realmente à procura de um novo movimento dos olhos. Em vez disso, eles estavam tentando ver se um movimento involuntário chamado de “torção nistagmo optocinético” (tOKN) acontece quando piscamos. O tOKN ocorre quando uma pessoa está olhando para um objeto em rotação, fazendo com que o olho salte rapidamente para fazer o sentido do movimento.

Imagine que você está procurando um globo girando em sua estante, como ele se move, seus olhos seguem um ponto do globo, e em seguida, ele se encaixa de volta para o lado oposto para manter o controle da imagem. Para descobrir se isso acontece enquanto nós piscamos, a equipe reuniu 11 indivíduos, ligados a minúsculos fios na suas córneas.

 
Eles perceberam que o tOKN redefine os movimentos dos olhos de volta ao seu lugar original, para evitar a sobrecarrega dos músculos do olho. E foi aí que eles descobriram que esse movimento era imperfeito, já que ele era desviado cerca de 3 a 8 graus dependendo do assunto.

Outro indício de que eles estavam observando algo diferente do tOKN foi que, mesmo com o reajuste, os olhos dos sujeitos continuaram a torcer até que os músculos estivessem em seu máximo.

Neste ponto, durante um piscar de olhos, a equipe observou que o olho era reposto de volta ao seu estado sem torção. O movimento fez com que o olho a se estabilizasse, bem como uma câmara de vídeo. Eles chamaram este novo movimento de BARM. Sendo que ele acontece até mesmo quando uma pessoa não está olhando para um objeto em rotação, ao contrário do tOKN. [ScienceAlert]

 

Comentários
Carregando...