Cientistas descobrem que baleias e golfinhos “choram” pelos seus mortos

Cientistas descobriram que pelo menos sete espécies de mamíferos marinhos lamentam a morte de familiares ou amigos.

O estudo identificou mamíferos que se agarram aos corpos dos mortos e se mantém em vigília ao redor de um companheiro morto. Embora não possam determinar com certeza a causa deste comportamento, a explicação mais provável que os pesquisadores encontraram é que os animais estão de luto.

“O presente estudo ajuda a corroborar que os animais de luto pelos seus mortos é um comportamento comum e difundido entre espécies de vida longa que são altamente sociáveis”, escreveram os pesquisadores da Universidade de Milano-Bicocca, na Itália.

O estudo foi feito com a observação de 14 eventos em 7 espécies de mamíferos marinhos diferentes: golfinhos Indo-Pacífico (Tursiops aduncus ), golfinhos-rotadores (Stenella longirostris ), orcas (Orcinus orca), golfinhos jubarte australianos (Sousa sahulensis), cachalotes (Physeter macrocephalus), golfinhos de Risso (Grampus griseus) e baleias-piloto de barbatanas curtas (Globicephala macrorhynchus).

Mas por que estes animais se comportam assim e por que este comportamento é tão comum? Lamentar a morte de um companheiro é uma ação dispendiosa de tempo, que mantém os animais longe da procura por alimentos, acasalamento e interações com outros animais vivos – o que não faz muito sentido em uma perspectiva evolutiva. É por isso que os pesquisadores concluíram que eles estão propensos a estar realmente de luto.

“Nós descobrimos que é muito comum e que há uma distribuição mundial deste comportamento”, afirma a coautora do estudo, Melissa Reggente. “Eles estão com dor e estressados. Eles sabem que algo está errado.”

Mas, embora o comportamento seja comum, a forma destes animais lamentar a situação é variada. Cientistas no mar vermelho observaram um golfinho indopacífico empurrar um golfinho morto através da água. O golfinho morto estava gravemente deteriorado, e provavelmente estava morto há algum tempo.

O estudo também descobriu relatórios sobre mamíferos marinhos que tocam os companheiros mortos com as barbatanas.

[Science Alert]

Você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...