Cientistas encontram planetas em outra galáxia pela primeira vez

27

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Pela primeira vez na história, astrofísicos descobriram planetas além da Via Láctea. Estes planetas extragalácticos têm massas entre os da Lua e Júpiter, e confirmam plenamente suspeitas de que nossa galáxia não é a única a possuir planetas.

Cientistas da Universidade de Oklahoma (OU) foram responsáveis pela descoberta dos planetas extragalácticos, que eles detalham em um estudo publicado na revista Astrophysical Journal Letters.

“Estamos muito entusiasmados com essa descoberta. Esta é a primeira vez que alguém descobriu planetas fora da nossa galáxia “, disse Xinyu Dai, professor no Homer L. Dodge Department of Physics and Astronomy, em um comunicado de imprensa.

“Estes planetas pequenos são os melhores candidatos para representar o que observamos neste estudo usando a técnica de microlentes”, disse Dai. “Analisamos a alta frequência da assinatura, modelando os dados para determinar a massa”.

Microlensing (ou microlente) é um efeito astronômico pelo qual o campo gravitacional de um objeto dobra a luz de uma estrela ou quasar à medida que passa por ela. Quando o objeto está entre a Terra e essa fonte de luz, esse efeito cria imagens que podemos detectar na Terra.

Até agora, todos os objetos descobertos usando microlentes estavam dentro dos limites da galáxia da Via Láctea. A equipe usou dados do Observatório de raios-X de Chandra da Administração Nacional de Aeronáutica e do Espaço para expandir isso para incluir esses planetas extragalácticos.

Analisar qualquer um dos planetas descobertos neste estudo seria uma impossibilidade concreta usando tecnologias de telescópio existentes. Como o pesquisador pós-doutorado da OU, Eduardo Guerras, observou no comunicado de imprensa da OU, este estudo revela o potencial das microlentes para expandir nossa compreensão do universo além da Via Láctea.

“Esta galáxia está localizada a 3,8 bilhões de anos-luz de distância, e não há a menor chance de observar esses planetas diretamente, nem mesmo com o melhor telescópio que se possa imaginar em um cenário de ficção científica. No entanto, podemos estudá-los, revelar sua presença e até ter uma ideia de suas massas “, afirmou Guerras.

Esta sólida confirmação de planetas além da nossa galáxia é uma conquista incrível, e abre um mundo de possibilidades na pesquisa. Quanto melhor entendemos o universo, melhor entendemos como os processos naturais operam aqui na Terra, como nosso sistema solar se formou e por que a vida inteligente surgiu em nosso planeta.

Por causa desse estudo inovador, os cientistas agora têm a opção de olhar para fora da nossa galáxia para obter respostas a essas questões fundamentais e muito mais.

Traduzido e adaptado de Futurism.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...