Artigos científicos, notícias e muito mais.

Cientistas identificam a fonte de uma misteriosa explosão de rádio

Esses sinais são incrivelmente fortes, e além disso, eles têm um regularidade matemática intrigante – os cientistas acreditam que eles estão vindo do espaço profundo. E agora, sua fonte foi finalmente confirmada. Ou, pelo menos, a fonte de uma das explosões de rádio foi confirmada: uma galáxia a cerca de 6 bilhões de anos-luz de distância na direção da constelação do Cão Maior. Essa enorme distância, prova de uma vez por todas que esses sinais de rádio não estão vindo de dentro de nossa galáxia.

As explosões foram difíceis de identificar, em parte porque elas duram apenas alguns milissegundos, mas também porque apenas 17 delas já foram detectadas. Mas uma explosão capturada pelo radio telescópio Parkes, na Austrália, em abril de 2015, foi seguido por uma onda de rádio fraca que desapareceu lentamente ao longo de seis dias.

Os cientistas suspeitam que a explosão pode ter sido gerada a partir da fusão de um par de estrelas de nêutrons, mas isso é apenas uma hipótese. É também possível que as explosões de rádio tenham vindo de uma gama de variedades de fontes. Apesar de ter sido descoberto de onde a explosão de rádio veio, não significa que a origem do fenômeno em si foi descoberta. Há muito ainda a aprender sobre estes sinais peculiares.

Curiosamente, a busca pela fonte desta explosão ajudou a descobrir que existe muito mais matéria em nosso universo, do que os cientistas já detectaram até agora. Esta explosão de rádio se mostrou “desgastada”, ou seja, e isso é prova de que as ondas devem ter batido em lotes de matéria durante a sua viagem através do espaço. [MNN]

Comentários
Carregando...