Cirurgia é capaz de recuperar visão 20/20 em pessoas cegas

223

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

As lesões traumáticas no cérebro infelizmente são comuns, e tratam-se de um problema frequentemente observado nos hospitais no mundo inteiro. Esse tipo de lesão pode causar danos severos na visão dos pacientes, podendo inclusive levar à cegueira. Mas agora os pesquisadores parecem ter encontrado uma maneira de recuperar a visão em pessoas que sofreram lesões traumáticas no cérebro. Além disso, também foram capazes de dar uma visão perfeita para os que já eram cegos até mesmo antes da lesão.

Um pequeno estudo conduzido por pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Washington; do Instituto de Olhos Kresge, na Universidade de Wayne State e do Instituto de Olhos L.V. Prasad, na Índia, foi publicado na revista científica Ophthalmology.

A pesquisa incluía 20 pacientes que passaram por cirurgia para tratar a síndrome de Terson, um tipo específico de hemorragia causado principalmente por lesões traumáticas, como acidentes automobilísticos.

Alguns pacientes apresentavam as hemorragias nos dois olhos, o que permitiu que durante o estudo um total de 28 olhos fossem analisados e estudados. O procedimento utilizado para recuperar a visão dos pacientes é conhecido como vitrectomia, e consistena retirada cirúrgica do tecido gelatinoso localizado atrás das lentes do nosso olho, substituindo-a por uma solução salina.

Os paricipantes do estudo foram divididos em grupos com aqueles que haviam passado pela cirurgia dentro de três meses após o começo das hemorragias, e entre aqueles que se operaram após os três meses.

Apenas um mês após a cirurgia, a visão dos pacientes melhorou para uma média de 20/40, de uma média anterior de 20/1290. Dentro de poucos meses, quase todos os pacientes apresentavam visão 20/20 (visão normal). Os pesquisadores chegaram à conclusão de que o tempo entre a lesão e a cirurgia não importava em quanto da visão era recuperada.

Esse é um desenvolvimento importante, já que outros fatores normalmente são tratados antes da visão do paciente depois de acidentes graves. Como escreve Rajendra S. Apte, da Escola de Medicina da Universidade de Washington, “isso foi importante para entender quanto tempo podemos esperar para operar sem ter um efeito negativo na visão dos pacientes”.

Descobertas como essa são valiosas, já que podem oferecer esperanças para milhões de pessoas que hoje em dia não conseguem enxergar.

Fonte: ScienceAlert

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...