Consequências das mudanças climáticas em montanhas glaciais

Foto demonstrando a desintegração e o desaparecimento do gelo na geleira de Careser, Itália, entre 1933 (em cima) e 2012 (embaixo). Fotos por Luca Carturan, Universidade de Padova
58

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Foto demonstrando a desintegração e o desaparecimento do gelo na geleira de Careser, Itália, entre 1933 (em cima) e 2012 (embaixo). Fotos por Luca Carturan, Universidade de Padova
Foto demonstrando a desintegração e o desaparecimento do gelo na geleira de Careser, Itália, entre 1933 (em cima) e 2012 (embaixo). Fotos por Luca Carturan, Universidade de Padova

Em 2012 – pelo 23° ano consecutivo – montanhas glaciais de todo o mundo perderam mais massa se derretendo do que ganharam devido ao acúmulo de neve. Observações de 2013 de geleiras historicamente monitoradas ainda estão sendo analisadas, mas baseado em dados da Áustria, do Canada, do Nepal, da Nova Zelândia, da Noruega e dos Estados Unidos é altamente possível que 2013 seja o 24° ano com o maior desequilíbrio registrado.

Ganhos (barras azuis) e perdas (barras cinzas) anuais de 30 geleiras referenciais entre 1980 e 2012. As perdas cumulativas em 2012 são próximas a 16,5 metros de água.
Ganhos (barras azuis) e perdas (barras cinzas) anuais de 30 geleiras referenciais entre 1980 e 2012. As perdas cumulativas em 2012 são próximas a 16,5 metros de profundidade de água.

Considerando todas as geleiras que foram analisadas, montanhas glaciais e calotas polares tiveram perda de gelo equivalente a literalmente cortar um pedaço de 16,5 metros de profundidade do topo de uma geleira. A taxa de perda tem acelerado nas últimas três décadas.

Por que isso importa?

Por todo o mundo, cerca de 370 milhões de pessoas vivem em bacias que derivam do derretimento de geleiras. A fusão do gelo fornece água potável para populações e irrigação para plantações. Ainda, barragens dessas fontes são responsáveis por um grande potencial hidrelétrico. A retirada descontrolada do gelo das montanhas glaciais é um dos mais claros sinais de que o clima está se aquecendo a longo-prazo e pode prejudicar aqueles que dependem do derretimento controlado para sobreviver. Além disso, muitas geleiras já desapareceram.

 

Traduzido e adaptado do texto 2013 State of the climate: Mountain glaciers

 

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...