Em fotos: Esse colosso italiano possui salas secretas em seu interior

112

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Originalmente em Bored Panda

Esculturas são grandes construções de pedra, maciças por dentro, correto? Nesse caso, errado! Essa escultura que você vê nas fotos abaixo possui quase 500 anos, e é uma obra de arte do escultor Giambologna, concebida como um dos símbolos das montanhas dos Apeninos.

Para se ter uma ideia, o colosso, localizado na Villa de Pratolino, na Toscânia, Itália, possui mais de 10 metros de altura. Mas não é o seu tamanho que chama atenção – são suas salas ‘secretas’, localizadas no interior da obra de arte. As partes ocas da estátua formam grutas simplesmente incríveis, que você pode conferir nas imagens abaixo:

O monumento, chamado de Appenino, foi construído em meados dos anos 1500, pelo famoso escultor italiano Giambologna / Créditos: Stephen H.
O monumento, chamado de Appenino, foi construído em meados dos anos 1500, pelo famoso escultor italiano Giambologna / Créditos: Stephen H.
O monumento é considerado uma das principais atrações das montanhas dos Apeninos. / Créditos: imgur
O monumento é considerado uma das principais atrações das montanhas dos Apeninos. / Créditos: imgur
Nessa maquete é possível observar em mais detalhes a obra de arte de Giambologna, inclusive suas grutas. / Créditos: Andreas Angelidakis
Nessa maquete é possível observar em mais detalhes a obra de arte de Giambologna, inclusive suas grutas. / Créditos: Andreas Angelidakis
Gruta localizada no interior do monumento do Apenino / Créditos:
Gruta localizada no interior do monumento do Apenino / Créditos: Andreas Angelidakis
colosso-5
Créditos: Andreas Angelidakis
O colosso possui mais de 10 metros de altura, e é encarado como guardião da lagoa onde está localizado, e se tornou Patrimônio Mundial da UNESCO em 2013. A obra de arte recebeu algumas alterações no século 17, quando Giovan Battista Foggini acresceu um dragão à escultura, onde o colosso apoia as mãos. / Créditos: Delicious Malicious
O colosso possui mais de 10 metros de altura, e é encarado como guardião da lagoa onde está localizado, e se tornou Patrimônio Mundial da UNESCO em 2013. A obra de arte recebeu algumas alterações no século 17, quando Giovan Battista Foggini acresceu um dragão à escultura, onde o colosso apoia as mãos. / Créditos: Delicious Malicious

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...