Encontraram os restos de um marsupial “hipercarnívoro”

13

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Um grupo de cientistas australianos determinou que alguns fósseis encontrados há muito tempo no noroeste de Queensland, na Austrália, pertencem a uma espécie extinta de um marsupial carnívoro desconhecido até o momento, relata o jornal australiano ABC News. Estima-se que esta espécie tenha vivido nas florestas da Austrália cerca de 5 milhões de anos atrás.

A identificação dos restos fósseis foi levada a cabo por um grupo de pesquisadores liderados por Mike Archer, professor na Universidade de New South Wales, na Austrália.

O animal tem sido descrito como “hipercarnívoro” devido ao seu peso, entre 20 e 25 kg. Os cientistas acreditam que esta espécie seria um primo evolucionário distante e muito maior do que o maior marsupial carnívoro que existe hoje na Austrália, o diabo da Tasmânia, que pesa cerca de 10 kg.

Segundo os pesquisadores, a análise dos dentes destes animais mostra que eles se alimentavam das plantas mais duras e resistentes à seca. Na verdade, a escassez de fósseis dos animais terrestres deste período é explicada pela aridez que o continente sofreu durante aquele momento. [ABC News]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...