Encontraram uma misteriosa espécie humana no Pacífico

23

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os rastros de uma espécie desconhecida de hominídeo foram encontrados em habitantes modernos da Melanésia, de acordo com resultados de um estudo recente.

Cientistas da Universidade do Texas (EUA) investigaram as porcentagens de DNA de espécies extintas que melanésios modernos ainda possuem. Ao contrário do que se pensava anteriormente, não só foi encontrado DNA dos neandertais e Denisovans, mas também uma porcentagem de material genético desconhecido.

Anteriormente, os pesquisadores dinamarqueses publicaram um estudo semelhante que chegou às mesmas conclusões.

No entanto, a comunidade científica destaca a incerteza em torno destas conclusões. De acordo com um geneticista da Universidade de Washington, em Seattle (EUA), hoje sabemos muito pouco sobre a composição genética de grupos extintos, por isso é difícil determinar se o DNA do hominídeo desaparecido na verdade vem de um tipo desconhecido.

No entanto, Mattias Jakobsson, da Universidade de Uppsala (Suécia), garante que, apesar da falta de provas concretas, “os humanos modernos e os seres humanos arcaicos reuniram-se em numerosas ocasiões e tiveram muitos filhos.”

Neandertais e Denisovans são espécies humanas arcaicas que se tornaram extintos cerca de 40.000 anos atrás. A Melanésia é uma região no sul do Oceano Pacífico, que inclui as ilhas de Papua, Nova Guiné e Austrália.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...