Esse pássaro incrivelmente pequeno viveu junto com os dinossauros

7

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Com informações de ScienceAlert.

Quando você pensa na era dos dinossauros sua mente quase sempre remete a animais gigantescos e aterrorizantes, certo? Mas a verdade é que nem todas as criaturas daquela época eram assim, e algumas eram extremamente pequenas – como esse pequeno pássaro pré-histórico que era menor que o seu dedo mindinho.

A criatura viveu há aproximadamente 127 milhões de anos, e media nada mais que 5cm de altura, pesando 8,5 gramas. Hoje em dia, essas medidas equivalem a algumas espécies de baratas, para se ter uma ideia.

O pássaro em questão vem de um grupo de aves pré-históricas chamado Enantiornithes, e como qualquer descoberta que remonte à época dos dinossauros, os cientistas esperam que agora possam entender melhor sobre a evolução aviária. Um dos grandes pontos a serem estudados é como essas criaturas conseguiram conviver com os dinossauros no passado.

“A diversificação evolutiva das aves resultou em uma ampla gama de estratégias de desenvolvimento de filhotes e diferenças importantes em suas taxas de crescimento”, escreveu um dos pesquisadores, Fabien Knoll, da Universidade de Manchester, na Inglaterra. “Ao analisar o desenvolvimento ósseo, podemos observar toda uma série de características evolutivas”.

Esse é um dos fósseis aviários mais importantes já recuperados desde a Era Mesozoica, que ocorreu há 250-65 milhões de anos. Utilizando tecnologias de ponta, os cientistas conseguiram mapear toda a estrutura óssea do animal – que morreu logo após seu nascimento, a princípio. É justamente esse detalhe, de que a sua vida foi extreamente curta, o que permite aos especialistas analisar o começo da formação óssea da criatura.

Os pesquisadores constataram que a estrutura em que se apresentava os ossos do pássaro no momento de sua morte ainda não permitia o voo, o que provavelmente indica que ele era totalmente dependente de seus pais. Além disso, as análises realizadas até o momento indicam que o animal praticamente não possuía penas, mas ainda é cedo para afirmar qualquer com certeza nesse sentido.

Como esses animais viviam no meio dos dinossauros ainda é um grande mistério. Será que viviam confinados em seus ninhos ou conseguiam voar por aí e se arriscar no mundo hostil e selvagem da época. Mesmo sem respostas para isso, o intrigante é que várias espécies de aves da época foram capazes de sobreviver ao impacto do meteoro que dizimou os dinossauros, dando início ao repovoamento do planeta que levou ocasionalmente à ascensão da humanidade.

A pesquisa foi publicada no Nature Communications.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...