Esta nova célula solar híbrida pode captar eletricidade de pingos de chuva

14

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Apesar de cada vez mais avançados e eficientes, os nossos painéis solares ainda são pouco úteis quando as nuvens de chuva se aproximam. Isso pode mudar em breve graças a uma célula híbrida que pode captar energia tanto da luz solar quanto de gotas de chuva.

A parte chave do sistema é um nanogenerador triboelétrico (ou TENG), um dispositivo que cria carga elétrica da fricção de dois materiais, como com eletricidade estática – é tudo sobre o deslocamento de elétrons.

Os TENGs podem por exemplo captar energia dos pneus de automóveis andando na estrada, ou, neste caso, o movimento de pingos de chuva através de um painel solar. O resultado final revelado por cientistas da Universidade de Soochow, na China, é uma célula que funciona, faça chuva ou faça sol.

“Nossos estudos demonstram um novo conceito na utilização da energia durante várias condições climáticas”, escrevem os pesquisadores em seu artigo publicado.

Embora a ideia de usar TENGs não seja completamente nova, o desafio foi desenvolver um sistema que não fosse muito complexo ou volumoso. Aqui, duas camadas de polímero foram usadas para formar um TENG em cima de uma célula fotovoltaica.

Usando as impressões de DVDs padrão – o mesmo que você pode usar para assistir filmes em casa -, os pesquisadores adicionaram sulcos a um polímero para melhorar sua eficiência de coleta de energia.

Em testes, as camadas de polímero texturizadas atuaram como um eletrodo mútuo tanto para o TENG quanto para o painel solar subjacente, conduzindo a energia entre os dois dispositivos quando as gotas de chuva atingiram e colocam as camadas em contato.

Como as camadas extras eram transparentes, a luz solar ainda poderia ser capturada, embora não a uma taxa tão eficiente quanto possível sem as camadas extras no topo.

O próximo desafio é aumentar a quantidade de eletricidade que pode ser gerada para torná-la comercialmente viável. No entanto, o conceito foi comprovado, e esse é um primeiro passo importante; captar uma pequena quantidade de eletricidade durante a chuva é melhor do que captar nada.

As descobertas foram publicadas na ACS Nano.

Traduzido e adaptado de Science Alert.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...