Existe uma cidade tóxica enterrada no gelo

28

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Em 1959, durante a Guerra Fria, o Exército dos EUA construiu uma enorme base militar sob o gelo da Groenlândia. O projeto incluiu um reator nuclear que fornecia toda a base de energia, com capacidade para 200 pessoas. Haviam escritórios, laboratórios, academias, bares, capela e etc. E sob rigoroso sigilo, sem o conhecimento de seus aliados dinamarqueses, o Exército dos EUA também lançou um plano para armazenar ogivas nucleares que poderiam ser disparados contra a União Soviética a partir de lançadores subterrâneos. Assim era a “cidade sob o gelo”.

Agora, uma equipe de cientistas alerta que o aquecimento global vai desenterrar a velha base, que foi fechada e enterrada na neve em 1967. Os líderes do projeto falaram que os túneis e outras instalações seriam esmagados pelo gelo. Mas os responsáveis pelo trabalho novo, várias instituições acadêmicas dos EUA e Canadá, explicam que a Gronelândia e o resto do Ártico são áreas muito afetadas pelo aquecimento global.

Em seu trabalho, publicado na revista Geophysical Research Letters, William Colgan, da Universidade de York, no Canadá, e o resto de sua equipe explicou que se o clima seguir assim a atual cidade gelada poderia vir à superfície com a sua carga dos resíduos no final do século. [Geophysical Research Letters]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...