A leitura prolonga a vida, diz novo estudo

9

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, afirmam que “as pessoas que leem cerca de meia hora por dia têm uma vantagem de sobrevivência significativa em comparação com aqueles que não leem nada”, disse Becca Levy, professora de epidemiologia. O estudo foi mostrado para 3.635 pessoas com mais de 50 anos de idade, relata o New York Times.

O teste dividiu o grupo em três: um composto por pessoas que não leem livros, um para as pessoas que leem menos de três horas por semana e um terceiro para as pessoas que leem mais que isso. O resultado obtido é que aqueles que gastam menos de três horas por leitura na semana mostraram 17% menos probabilidade de morte durante os 12 anos seguintes, e aqueles que passavam ainda mais tempo lendo, tinham 23% menos riscos. Assim, eles concluíram que os leitores vivem mais dois anos do que aqueles que não leem.

A mesma conexão também foi encontrada com aqueles que leem jornais e revistas, mas nessa caso ela era muito mais fraca. Levy acrescentou que o estudo foi realizado ajustando as variáveis de saúde, situação econômica, educação e habilidades cognitivas, entre outros. [NY Times]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...