Lentes de contato podem alterar a comunidade bacteriana dos olhos

36

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A utilização de lentes de contato pode alterar o número de bactérias presentes em seus olhos, diz um novo estudo. Neste, a superfície do olho de pessoas que utilizavam lentes de contato teve o triplo da proporção de certas espécies de bactérias, em média, em comparação com as pessoas do estudo que não utilizavam as lentes, apresentaram os pesquisadores.

Além disso, os estudiosos descobriram diferenças na composição da comunidade bacteriana na superfície dos olhos das pessoas. Entre as que utilizavam lentes de contato, essa composição se assemelhava mais às das pálpebras, em relação com aqueles que não usavam lentes. O estudo envolveu nove pessoas que utilizavam o acessório e 11 que não a utilizavam.

lente

“Nossa pesquisa mostra claramente que colocar um objeto estranho como um lente de contato, no olho, não é uma ação neutra”, disse a autora do estudo, Maria Gloria Domínguez-Bello, microbiologista da NYU Langone Medical Center, em um comunicado.

Mais pesquisas são necessárias para determinar se essas mudanças no olho vêm dos dedos, ou se a pressão da lente de alguma forma altera o sistema imunológico dos olhos, disse a especialista.

As conclusões podem nos dizer algo sobre o que Domínguez-Bello chama de “problema de longo prazo” onde os portadores de lentes de contato são mais propensos a infecções oculares em relação aos não usuários.

Desde a introdução das lentes de contato gelatinosas, em 1970, houve um aumento na prevalência de úlceras de córnea, que são feridas na cobertura transparente do olho, disse Jack Dodick, professor e médico oftalmologista na NYU Langone.

Um tipo de bactérias que podem causar úlceras da córnea, chamada Pseudomonas, parece ser mais abundante nos olhos de pessoas que utilizavam lentes de contato, mostrou o estudo. Como essas bactérias podem chegar aos olhos por meio da pele, as pessoas devem prestar muita atenção à higiene das pálpebras e mãos para evitar úlceras, disse Dodick.

De acordo com Mark Fromer, oftalmologista no Hospital Lenox Hill, em Nova York, diz que apresar das alterações na comunidade bacteriana nos olhos, a maioria dos usuários não experimenta complicações relacionadas ao uso das lentes. Entretanto, quando elas acontecem, costumam ser graves, disse Fromer ao portal americano ‘LiveScience’.

Existem atitudes simples que os usuários de lente de contato podem tomar para evitar complicações pelo uso do acessório. “Lavar as mãos, alterar a solução de suas lentes todos os dias, manter o estojo sempre limpo”, disse. As pessoas que usam lentes diárias, que precisam ser trocadas todos os dias, não devem continuar usando as mesmas lentes por várias semanas, disse ele.

Os indivíduos devem também visitar seus oftalmologistas regularmente para verificar a sua saúde ocular. E, no caso das lentes parecerem desconfortáveis, os usuários devem tirá-las e consultar seus médicos. “Se você está sentindo algo ruim, isso significa que alguma coisa não está certa”, afirmou Fromer.

Os resultados foram apresentados no dia 31 de maio na reunião anual da Sociedade Americana de Microbiologia, em Nova Orleans.

Fonte: LiveScience

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...