Médicos realizam com sucesso o primeiro transplante de pênis e escroto da história

John Hopkins Medicine
50

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

De acordo com um comunicado oficial da Johns Hopkins Medicine, cirurgiões do hospital realizaram com sucesso o primeiro transplante completo de pênis e escroto da história.

A operação ocorreu no dia 26 de março deste ano, e contou com uma equipe de nove cirurgiões plásticos e dois urologistas, tendo duração total de 14 horas. Durante a cirurgia, foram transplantados o pênis, o escroto e parte da parede abdominal do doador.

“Nós temos a esperança de que esse transplante ajude a recuperar a níveis quase normais as funções urinárias e sexuais desse jovem”, disse W.P. Andrew Lee, professor e diretor de cirurgia plástica da universidade.

O homem que recebeu o órgão sexual é um veterano de guerra que foi ferido no Afeganistão, mas optou por permanecer anônimo, durante o último mês ele esteve em processo de recuperação dentro do hospital, mas deve receber alta em breve.

Ainda que seja atualmente possível reconstruir um pênis utilizando tecidos de outras partes do corpo, como diz Lee, uma prótese ainda assim seria necessária para que o receptor possa alcançar uma ereção. Além disso, o risco é muito maior de desenvolvimento de infecções.

“É uma lesão complicadíssima para se sofrer, e não é fácil para aceitá-la. Quando eu acordei, me senti finalmente um pouco mais normal… com um nível de confiança maior, como se eu estivesse bem agora”, disse o soldado em um comunicado.

De acordo com o ScienceAlert, os cientistas por trás dessa cirurgia se prepararam durante pelo menos cinco anos para realizar esse procedimento, e agora esperam poder utilizar a mesma técnica em outros soldados feridos.

Com informações de Johns Hopkins Medicine e ScienceAlert.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...