f

NASA cria luvas capazes de dobrar a força humana

Apesar de terem sido originalmente criados visando funcionar em robôs na Estação Espacial Internacional (ISS), estas “luvas robóticas” poderão estar em breve ajudando na saúde e manufatura na Terra.

Estas luvas são o produto de 9 anos de desenvolvimento de uma parceria entre a General Motors e a NASA. A tecnologia foi originalmente criada para um robô que foi enviado ao espaço em 2011. Ela possui uma rede de sensores, atuadores e “tendões”, que permitem ao usuário uma maior força sem perder a destreza normal da mão humana. É basicamente um exoesqueleto macio.

extra_large-1467980257-cover-image[1]

Em 2012, quando a luva ainda estava em desenvolvimento, a NASA disse que talvez seria necessário usar de 15 a 20 libras (65 a 90 newtons) para segurar uma ferramenta durante uma operação. Mas com a luva robótica pode precisar de apenas 5 a 10 libras de força (22 a 44 newtons).

Kurt Wiese, vice presidente de engenharia de manufatura da General Motors afirmou à imprensa que a luva robótica pode reduzir a quantidade de força que um trabalhador precisa exercer para operar uma ferramenta por um tempo prolongado ou com movimentos repetitivos.

É ideal para operários, trabalhadores braçais e até mesmo cirurgiões. A General Motors acaba de assinar um acordo com a empresa Bioservo Technologies AB, do ramo de tecnologia médica, embora as solicitações da área biomédica ainda não sejam claras. [IFLScience]

Você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...