NASA lança uma sonda para procurar provas de vida em um asteroide

7

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A NASA lançou uma ambiciosa missão de sete anos, que será tratada pela sonda robótica OSIRIS-Rex. O dispositivo deve chegar ao asteroide Bennu e remover uma amostra de sujeira da superfície e cascalho para encontrar moléculas orgânicas nele.

A sonda OSIRIS-Rex deve levar dois anos para se aproximar do asteróide, uma rocha preta e com 487 metros de comprimento, cuja superfície será mapeada. Depois a sonda tocará o objeto por apenas cinco segundos para atirar gás nitrogênio na superfície e ‘sugar’ cerca de 60 gramas de amostra do asteroide.

Os cientistas acreditam que o asteroide é de 4.500 milhões de anos e que sua superfície cheia de carvão possa conter algumas provas da origem da vida na Terra ou em outro lugar no universo. A sonda retornará à Terra em 2023, depois de viajar mais de 6.500 milhões de quilômetros e, em seguida, os cientistas vão examinar a evidência nos próximos dois anos.

Outro objetivo desta ambiciosa missão é a defesa do planeta, diz o portal Phys.org. Na verdade, Bennu é um dos asteroides que passa perto da Terra ao longo do tempo. A próxima vez que ele se aproximar será dentro de 150 anos, mas é importante estudar este tipo de objeto espacial para segui-lo e se preparar para um possível impacto. [Phys]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...