NASA tem planos para nave capaz de destruir asteroides

25

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Cientistas da NASA desenvolveram um plano para cuidar de um asteroide que tem 1 em 2.700 chances de atingir a Terra em 21 de setembro de 2135. Sua solução? Explosão com armas nucleares.

O asteroide, conhecido como Bennu, está orbitando atualmente o Sol a cerca de 87 milhões de quilômetros da Terra. O objeto espacial de 33,5 milhões de toneladas e 490 metros de largura, provavelmente não atingirá a Terra, mas não é motivo para ficarmos ociosos quando uma possível ameaça existe. A NASA, a Administração Nacional de Segurança Nuclear dos EUA e dois laboratórios de armas do Departamento de Energia dos EUA se reuniram para projetar uma nave espacial que poderia explodir Bennu caso chegue muito perto.

A Hypervelocity Asteroid Mitigation Mission for Emergency Response (HAMMER) poderia usar uma das duas táticas para combater o impacto. Se um asteroide é pequeno o suficiente, o HAMMER usaria um “impactor” de 8,8 toneladas para esmagar o objeto. Mas, se o asteroide é muito grande, a nave usaria um dispositivo nuclear a bordo para explodi-lo.

O físico David Dearborn, do Laboratório Nacional Lawrence Livermore, sugeriu até que várias embarcações da HAMMER podiam se jogar na frente do asteroide para diminuí-lo e mudar de rumo.

A ideia do HAMMER veio de um relatório de 2010 publicado na revista Acta Astronáutica sobre a defesa de nosso planeta a partir de objetos próximos da Terra (NEOs). “As duas respostas realistas consideradas são o uso de uma nave espacial funcionando como pêndulo cinético ou transportando um explosivo nuclear para desviar o NEO que se aproxima”, afirmou o relatório.

Infelizmente, a nave espacial nunca pôde ser construída, e os cientistas da NASA se recusaram a fornecer uma estimativa de custo para o projeto. A recente missão OSIRIS-REx da agência, já em direção a Bennu, custa mais de US $ 800 milhões – então o custo provavelmente é um sério impedimento para a aprovação do projeto HAMMER.

Os cientistas que estão por trás desse projeto apresentarão seu trabalho em maio de 2018 no Japão. Mesmo que a NASA e seus colaboradores recebam verde para avançar com o projeto, é importante lembrar que o asteroide tem uma chance de 0,0003% de atingir a Terra.

Traduzido e adaptado de Futurism.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...