fbpx

Notícia boa: A população de tigres da Índia sobe para quase 3.000 animais

Uma conquista histórica que foi alcançada graças às áreas de preservação ambiental. A população de tigres da Índia cresceu para quase 3.000, tornando o país um dos habitats mais seguros para esses animais ameaçados de extinção.

A população de tigres passava dos 100 mil até o ano de 1900. A contagem havia diminuído para 1400 tigres 15 anos atrás, porém, o governo indiano iniciou um programa de conservação, construiu santuários e tornou crime a sua caça. A contagem indiana ocorre a cada 4 anos, em 2014 haviam 2226 desses felinos.

O tigre estava presente integralmente na Índia e ainda é classificado como sendo ameaçado sob a Lei de Proteção da Vida Selvagem. A caça humana tem aumentado gradualmente desde a década de 1970, período o qual a Índia iniciou um programa de conservação.

A população de tigres passava dos 100 mil até o ano de 1900.

“Com cerca de 3.000 tigres, a Índia surgiu como um dos maiores e mais seguros habitats para eles no mundo”, disse Modi, o primeiro-ministro indiano.

Eles são procurados por suas presas de marfim ou ossos que são vendidos no mercado negro para uso na não-comprovada medicina tradicional chinesa. Imagem: Shutterstock

“Nove anos atrás, foi decidido em São Petersburgo (Rússia) que a meta era dobrar a população de tigres até o ano de 2022. Nós, na Índia, completamos essa meta com quatro anos de antecedência”, disse o ministro. É importante lembrar, que as áreas de preservação ambiental eram de 692 em 2014, agora já chega em 860.

Os elefantes e tigres da Índia são alguns dos animais mais caçados. Eles são procurados por suas presas de marfim ou ossos que são vendidos no mercado negro para uso na não-comprovada medicina tradicional chinesa. Além disso, muito desses animais são atropelados por trens.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.