Novos rumores de que as ondas gravitacionais, finalmente, foram detectadas

10

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

As ondas gravitacionais são ondulações no espaço-tempo produzidas por corpos maciços acelerando através do espaço, como pares de estrelas de nêutrons que se orbitam uma ao outra ou a fusão de dois buracos negros.

Elas foram previstas como parte da relatividade geral de Einstein um século atrás, mas ainda têm de ser vistas diretamente. Encontrá-las confirmaria a parte final de sua teoria, e também nós daria uma nova maneira de ver o universo, o que nos permite sondar objetos distantes que poderiam ser escuros ou obscurecidos por poeira interestelar.

O Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory (LIGO) procurou tais sinais entre 2002-2010 sem sucesso. Seu sucessor e mais sensível, Advanced LIGO ou Aligo, começou a coletar dados em 18 de setembro.

Novo avistamento.

Cerca de uma semana depois, o cosmólogo Lawrence Krauss, da Universidade Estadual do Arizona twittou um boato de que o detector já tinha detectado um sinal.

Agora Krauss afirma que o rumor original foi confirmado por uma fonte independente.

“Fique atento!”, Ele twittou. “As ondas gravitacionais podem ter sido descoberto !! Emocionante.”

No entanto, depois Krauss foi mais cauteloso. O sinal pode ter sido um falso deliberadamente injetado nos dados para testar a equipe de detecção ”Me disseram que isso não é” disse Krauss ao New Scientist. Sua fonte diz que a colaboração LIGO está escrevendo um artigo sobre a possível descoberta. “Isso sugere que não é um sinal falso – mas quem tem certeza ?”

Há um bom motivo para elas não terem sido descobertas ainda: quanto mais distante o fenômeno que gerou as ondas gravitacionais, menores elas são. Tão pequenas como frações de bilionésimos do diâmetro de um átomo !

Embora na teoria seja simples de detectar estas ondas, na prática é preciso de um equipamento ultrassensível que encontrar algo tão minúsculo.

A palavra oficial da equipe LIGO é que eles ainda estão analisando os dados, e que isso deve terminar em 12 de janeiro. “Leva tempo para analisar, interpretar e avaliar os resultados”, disse a porta-voz Gabriela González na Universidade Estadual de Louisiana. “Esperamos ter notícias sobre os resultados nos próximos meses.”

Outros cientistas estão aumentando o boato. Por exemplo, físico Robert McNees da Universidade Loyola havia feito a predição que a descoberta de ondas gravitacionais seria feita pelo LIGO este ano.

Fonte: New Scientist

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...