O apocalipse solar acontecerá muito antes do esperado

Existem várias teorias sobre o que causaria o fim de nosso planeta, coisas como bater contra outro corpo celeste, terminar dentro de um buraco negro ou ser atingido por alguns asteroides.

No entanto, Jillian Scudder, uma astrofísica da Universidade de Sussex (Brighton, Reino Unido), afirmou em uma entrevista com o Business Insider que o Sol, a estrela que torna possível a vida na Terra, nos destruíra pouco a pouco.

Scudder detalhou que:

Previsões sobre o que vai acontecer exatamente à Terra conforme o Sol aumenta seu brilho nos próximos 1.000 milhões de anos são bastante incertas. No entanto, a ideia geral é que o excesso de calor que a estrela gera fará com que mais água se evapore e se concentre na atmosfera, o que irá gerar um efeito estufa que vai prender ainda mais calor e acelerar a evaporação “.

A especialista explicou que a energia emitida pelo Sol aumenta gradualmente à medida que ele queima hidrogênio e acumula hélio, e que “muito antes de esgotar as reservas, a sua radiação será tão intensa que as moléculas de água serão separadas em hidrogênio e oxigênio”. [Business Insider]

Você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...