O cometa PanSTARRS

35

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Ao longo das últimas noites, o brilhante planeta Vênus, Júpiter e a adorável lua crescente foram o centro das atenções como corpos celestes bem visíveis no céu. Mas além destes corpos celestes, temos um “intruso” escondido a vista (com o auxílio de um binóculo ou telescópio) fazendo uma rara viagem pelo sistema solar.

O cometa PanSTARRS (C/2014 Q1) segue uma órbita de 38.000 anos ao redor do sol. A maior parte do tempo está à deriva na borda exterior do sistema solar, porém no dia 6 de Julho o cometa atingiu seu periélio, o que quer dizer que foi o ponto de menor afastamento do cometa no seu movimento de translação em torno do Sol.

Ele viajou há 48.000 mil quilômetros do sol (que está dentro da órbita de Mercúrio) e seu brilho atingiu um pico de uma magnitude de 4. Ele passou mais próximo da Terra em 20 de julho, e agora está se dirigindo para longe do sol e fazer a transição para o céu noturno.

O cometa tem seu brilho fraco para ser visualizado a olho nu, entretanto ele pode ser visto com binóculo ou um pequeno telescópio ao longo das próximas semanas.

image-20150721-12564-1h7hcbr

Um cometa produz sua cauda magnífica quando se aventura por perto do sol. O cometa se aquece e lança material no espaço, que é então soprado do núcleo do cometa através de interações solares.

A cauda de íons reto e estreito tem um brilho azul característico. É formada a partir de gás que foi ionizado por luz ultravioleta do sol. A cauda é composta principalmente por monóxido de carbono ionizado e esta molécula é responsável pela cor azul.

Os íons, sendo partículas carregadas, são empurrados para trás pelo vento solar que flui rapidamente pelo cometa. O vento solar transporta o campo magnético do sol através do sistema solar e nas imagens, é possível ver a estrutura dentro de cauda iônica do cometa que pode rastrear as variações no campo magnético embutido.

image-20150721-12572-xrlqfq

Caso você tenha interesse em localizá-lo, você pode encontrar as coordenadas clicando aqui.

Fonte: Sky and Telescope

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...