O maior primata vivo do mundo está à beira da extinção

55

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O gorila oriental é o maior primata do planeta, e agora ele está criticamente em perigo à apenas um passo da extinção. Estima-se que menos de 5.000 espécimes existam na natureza, sendo a caça ilegal uma das principais razões para isso. Além disso, o seu status saiu de “ameaçado” para “criticamente em perigo”.

 
De acordo com a União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN), os números da espécie caíram cerca de 70% nas últimas duas décadas e vai ser difícil de reverter essa queda. “Ver o gorila oriental – um dos nossos primos mais próximos – entrando na beira da extinção é verdadeiramente angustiante”, disse Inger Andersen, diretor da IUCN.

 

A maioria dos gorilas orientais são encontrados na República Democrática do Congo, e os especialistas esperam que a estabilidade da espécie retorne. Embora as perspectivas pareçam sombrias, podemos sustentar nossas esperanças com o recente sucesso de conservação: o panda gigante, onde a IUCN classificou-o de “perigo” para “vulnerável” na escala de extinção.

A IUCN afirma que medidas de proteção florestal e reflorestamento têm ajudado muito no crescimento dos números de espécimes de panda gigante, dando aos animais mais espaço para viver e comida para comer.

Com os efeitos devastadores das mudanças climáticas, cada dia a conservação das espécies torna-se um desafio mais difícil, e vai levar uma enorme quantidade de tempo e esforço para salvá-las da extinção – mas é definitivamente possível. “A ação de conservação funciona e temos cada vez mais provas disso”, disse Andersen. “É nossa responsabilidade melhorar os nossos esforços para proteger o futuro do nosso planeta”, concluiu ele. [ScienceAlert]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...