Para a SpaceX, a reutilização de foguetes é o caminho para uma civilização multi-planetária

1

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Originalmente por SpaceX
Traduzido e adaptado por Leonardo Ambrosio.

Em um artigo publicado no website oficial da SpaceX, a empresa comentou sobre o que a humanidade precisa para se tornar multi-planetária. De acordo com o artigo, um dos fatores cruciais para essa evolução seria o desenvolvimento de foguetes reutilizáveis.

Créditos: SpaceX

Conforme o texto, um dos maiores gastos em um lançamento repousa na construção do foguete – que pode voar apenas uma vez. Quando você compara isso a uma empresa de vôos comerciais, cada avião custa aproximadamente o mesmo que a espaçonave Falcon 9, mas pode voar múltiplas vezes por dia, conduzindo dezenas de milhares de vôos durante sua vida útil. Por isso, um veículo de lançamento que pudesse ser reutilizado, diminuiria o custo das viagens até o espaço em mais de 100 vezes, estima a SpaceX. A empresa diz que seus foguetes são programados para retornarem à base de lançamento depois de terminarem seu trabalho, e que essa prática já demonstrou certo sucesso em testes recentes.

Mais precisamente, a primeira missão em que a SpaceX conseguiu fazer um foguete aterrissar novamente na Terra ocorreu em 21 de dezembro de 2015. Essa foi a primeira vez na história em que um foguete aterrissou na Terra após uma missão orbital. Além disso, em 8 de abril de 2016, durante uma missão de reabastecimento da NASA, o foguete do Falcon 9 aterrissou com sucesso em uma drone que serviu como espaçoporto no meio do Oceano Atlântico. Essa habilidade, de acordo com a empresa, é um dos componentes mais importantes do programa de reutilização. Desde então, a empresa diz ter realizado esta prática múltiplas vezes, em terra e no oceano, o que permitiu que fossem feitos aprimoramentos aos veículos, como aletas de rede, propulsores de gás frio e trem de pouso.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...