Por que envelhecemos?

6

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Ao estudar uma doença relacionada ao envelhecimento prematuro chamada síndrome de Werner, os pesquisadores podem ter descoberto um motor essencial do envelhecimento humano: pacotes desorganizadas de DNA. Os resultados foram publicados na revista Science da semana passada.

As pessoas com síndrome de Werner sofrem com doenças relacionadas a idade, tendo um envelhecimento prematuro, como doenças relacionadas a catarata, osteoporose, diabetes do tipo 2 e o câncer. A maioria dos pacientes morrem nos seus 40 anos. A doença é causada por mutações no gene WRN e a deficiência da proteína WRN. Trabalhos anteriores revelaram que a proteína ajuda a manter a estrutura e a integridade do DNA, entretanto ainda não está claro como a proteína causa estragos nas células.

Para criar um modelo celular da síndrome de Werner, Weiqi Zhang da Academia Chinesa de Ciências e seus colegas extraíram uma parte do gene WRN a partir de células estaminais embrionárias humanas. Como elas amadureceram, as células WRN deficientes começaram a imitar a mutação genética visto nas células de pacientes com síndrome de Werner, exibindo sinais de envelhecimento prematuro. Estes incluem a perda da capacidade de se dividir e a criação de telômeros mais curtos (as tampas nas extremidades dos cromossomos).

TOP aging

A proteína WRN, segundo os pesquisadores, ajuda a resguardar o envelhecimento, estabilizando sua heterocromatina. Este pacote importante na ADN (ácida ribonucleico) atua como uma central telefônica para controlar a atividade dos genes e dirigindo vários componentes moleculares. Por outro lado, a exclusão do gene WRN altera a arquitetura da heterocromatina da célula, causando o envelhecimento das células rapidamente.

Essas mudanças poderiam ser uma força motriz potencial para o envelhecimento natural do ser humano, e por entender como cuidadosamente o DNA se deteriora, os investigadores esperam prevenir ou tratar a síndrome de Werner, bem como várias doenças relacionadas com a idade. “Nosso estudo liga os pontos entre síndrome de Werner e a desorganização da heterocromatina, delineando um mecanismo molecular pelo qual uma mutação genética leva a uma perturbação generalizada de processos celulares”, relata Juan Carlos Izpisúa Belmonte, autor do estudo do Instituto Salk.

Ele sugere que as alterações acumuladas na estrutura da heterocromatina possa ser uma das principais causas subjacentes do envelhecimento celular. Isso levanta a questão de saber se poderemos reverter essas alterações – como a remodelação de uma antiga casa ou de um carro – para prevenir, ou até mesmo reverter, os declínios e as doenças relacionadas com a idade.

Fonte: The Tech, University of Harvard,

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...