Por que os seres humanos perderam o osso do pênis?

21

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Como você obviamente já sabe, seja você homem ou mulher, os pênis humanos não possuem ossos. O mesmo, no entanto, não pode ser dito sobre os órgãos genitais de nossos parentes evolutivos. Os chimpanzés e bonobos, por exemplo, possuem ossos em seus órgãos reprodutivos, e você pode inclusive ver um desses ossos na foto que ilustra essa matéria. O osso pertenceu a um primata do gênero Macaca. Esse osso recebe o nome de báculo.

Para entender porque alguns primatas possuem o báculo e outros não, uma equipe de pesquisadores decidiu traçar a linha evolutiva do osso através do tempo. Suas descobertas dão conta de que o báculo evoluiu cerca de 145 a 95 milhões de anos atrás, de acordo com os relatórios publicados no Proceedings of the Royal Society B. Isso significa que o osso esteve presente no ancestral comum dos primatas e carnívoros. O motivo pelo qual os humanos perderam o báculo parece se dar pelas diferenças na prática sexual. Nos primatas, a presença de um osso no pênis estava relacionado a um maior tempo de penetração durante a prática sexual. Maiores penetrações normalmente ocorrem em espécies com relações poligâmicas – onde vários machos copulam com várias fêmeas. Essa prática é observada, por exemplo, em bonobos e chimpanzés, mas não em humanos.

Esse sistema cria uma intensa competição pela fertilização, e uma maneira de reduzir a chance de uma fêmea procurar outro macho é gastar mais tempo na relação sexual com elas. O osso, nesse caso, facilita dando mais rigidez ao órgão sexual, bem como mantendo a uretra aberta.

Fonte: Sciencemag

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...