“Primeiro emoji da história” é encontrado em vaso de 3700 anos

26

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Durante uma escavação de Carquemis, uma antiga cidade hitita cujos restos estão na fronteira da Síria, os arqueólogos encontraram um vaso de 3.700 anos que tem três pinceladas visíveis: um traço de um sorriso e dois pontos acima para os olhos.

“É indubitável que se trata de um rosto sorridente”, disse Nikelo Marchetti, professor associado do Departamento de História e Culturas da Universidade de Bolonha, na Itália. “Não há outros vestígios de pintura no frasco”.

A equipe de arqueólogos turcos e italianos encontrou o vaso, que data de cerca de 1700 aC, no que era um local de enterro sob uma casa em Karkemish, disse Marchetti. O jarro era provável para beber sherbet, uma bebida doce, ele disse. Os arqueólogos também encontraram outros vasos, bem como produtos metálicos na cidade antiga.

A cidade foi habitada desde o sexto milênio aC até o final da Idade Média, quando foi abandonada e povoada por uma série de diferentes culturas, incluindo os hititas e os romanos, disseram os arqueólogos em um comunicado. Foi também usada em 1920 como um posto avançado militar turco.

Arqueólogos britânicos visitaram o local no final dos anos 1800 e no início dos anos 1900, mas ainda havia muito a ser descoberto, então a nova equipe, dirigida por Marchetti, começou a escavar em 2003. “Não há paralelos na arte cerâmica antiga da área”, disse Marchetti.

Traduzido e adaptado de LiveScience.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...