Revelaram que outra espécie humana já caminhavam igual ao ser humano da atualidade há 1,5 milhões de anos

9

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Vários pesquisadores do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária em Leipzig, na Alemanha, e uma equipe internacional de colaboradores estudaram os vestígios da antiga espécie Homo erectus encontrados no norte do Quênia e determinaram que esta espécie apareceu 1,9 milhões de anos atrás e que ela andava como os seres humanos modernos.

Em 2009, os cientistas descobriram os primeiros vestígios desta espécie com 1,5 milhões de anos perto da cidade queniana de Ileret e perceberam sua similaridade com as marcas dos humanos modernos. No entanto, até agora, o estudo não tinha comparado os rastros descobertos com pegadas mais novas.

Algumas técnicas analíticas especiais confirmaram essa suposição e determinaram que, em ambos os casos, a anatomia do pé é o mesmo. Para chegar a esta conclusão, os peritos trabalharam em cinco lugares diferentes que mantinham 97 faixas deixadas por pelo menos 20 diferentes espécimes de Homo erectus.

Nossa análise destes vestígios são a única evidência direta para apoiar a hipótese de que pelo menos um dos nossos parentes fósseis com quase 1,5 milhões de anos atrás caminhava quase que da mesma maneira que nós caminhamos hoje em dia”, diz Kevin hatal, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária.

[RT]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...