Ir mais rápido do que a velocidade da luz pode te fazer voltar no tempo, diz estudo

22

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma equipe internacional de cientistas criou um experimento para simular o que um observador iria ver caso ele estivesse em um evento super luminal (mais rápido do que a luz). Os seus resultados, publicados na Science Advances, mostraram que as imagens parecem mover-se para trás no tempo.

A existência de um limite absoluto faz você se perguntar: o que aconteceria se atravessarmos este limite?”, diz Mattero Clerici, principal autor do artigo.

Ele ainda completou:

As fontes de luz (elemento utilizado para a experiência), no entanto, podem mover-se mais rapidamente do que a velocidade da luz, quando a sua velocidade não está associada com o movimento físico da matéria. Seguindo esta linha, temos desenvolvido uma maneira de investigar os efeitos experimentais de um movimento super luminal.”

Para a realização da experiência, os investigadores utilizaram uma teoria exposta por Lord Rayleigh há mais de 100 anos atrás, que teorizou algo semelhante com a velocidade do som. Eles postularam que se um avião supersônico toca uma música num volume muito alto, a música seria tocada de trás para frente. Em um cenário semelhante, mas teórico, uma nave espacial que foi mais rápida que a velocidade da luz deveria se mover para trás no tempo na visão de um observador.

Tudo isso pode soar como ficção científica, mas é real e não viola as leis da física. Em essência, o que a equipe fez foi fazer brilhar pulsos de laser extremamente rápidos em pontos diferentes em uma tela. Em cada ponto, a luz do laser é dispersa e uma câmera de alta velocidade capturava as imagens com um bilionésimo de um segundo de diferença. [SciencemagNoSabesNada]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...