A sonda Cassini surpreendeu os cientistas em seu mergulho pelos anéis de Saturno

Segundo os especialistas, possíveis colisões durante o deslocamento eram esperadas, porém a viagem foi realizada sem problemas e a sonda está enviando novos dados sobre o planeta.

A sonda Cassini pegou os cientistas da NASA de surpresa ao revelar que a região entre os anéis de Saturno e sua atmosfera parece não ter partículas. A Cassini está realizando missões de descida à superfície do planeta e algumas das fotos captadas por ela já estão sendo divulgadas pela NASA.

Segundo Earl Maize, gerente do projeto Cassini e pesquisador do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, a região entre os anéis de Saturno e sua atmosfera é “aparentemente um grande vazio” com base nos 22 voos orbitais realizados pela sonda.

A sonda tirou proveito da aproximação da lua Titã para impulsionar-se em direção à superfície de Saturno, concluindo sua descida com sucesso no dia 22 de abril.

Segundo a BBC, a desoberta ocorreu da seguinte forma:

“A sonda se movimenta a 110 mil km/h, tão rapidamente que qualquer colisão com outros objetos – mesmo partículas de terra ou gelo – poderia provocar danos. Por esse motivo, a Cassini usou sua antena maior como escudo e ficou inacessível durante o mergulho.”

A sonda espacial Cassini foi lançada pela NASA em 1997 afim de estudar Saturno e seus famosos anéis. A aproximação só se deu em 2004, após longos 1,5 bilhão de quilômetros percorridos.

A Cassini desativar-se-á automaticamente dentro de alguns meses, porém 21 mergulhos semelhantes serão feitos até lá. Isso se deve às limitações de combustível da sonda, que não poderá continuar na missão por muito tempo.

Segundo a BBC:

“A Nasa chama esses mergulhos de “grand finale” por causa da ambição do percurso. A missão está prevista para terminar em setembro, quando acabar o combustível da nave e ela se lançar sobre a atmosfera do planeta.”

Uma novo mergulho foi realizado ontem, deixando a Cassini mais uma vez incomunicável. Seus equipamentos estão programados pra começar a transmitir novamente a partir de hoje.

Outra sonda espacial chegou ao seu destino e está sendo controlada da Terra. Após anos de viagem, Juno acaba de chegar a Júpiter e já está enviando imagens para os cientistas. Mesmo com muita tecnologia envolvida em seu projeto, capturar essas imagens não foi nada fácil para Juno. Júpiter está envolto por cinturões de radiação, que acabam por interferir nos instrumentos eletrônicos da sonda. Após as imagens serem divulgadas em preto e branco, entusiastas de astronomia encarregaram-se de pintá-las.

Você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...