Sonda Rosseta acha em cometa elementos essenciais para a origem da vida

9

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Afinal, por que a vida que conhecemos só aconteceu na Terra? Será mesmo que no universo não existe nenhum outro tipo de vida? Bem, não sabemos a resposta correta para nenhuma das duas perguntas acima, mas um grupo de astrônomos diz que estamos perto de descobrir a resposta da primeira parte desse grande mistério.

Uma equipe de astrônomos europeus disse que a sonda Rosseta, lançada pela Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) em 2004, encontrou ingredientes chave para o surgimento da vida no cometa 67P. Essa missão da ESA foi a responsável por colocar pela primeira vez um objeto feito por mãos humanas na superfície de um cometa. Além disso, eles também afirmaram que existe oxigênio no cometa.

A sonda Philae, que tinha sido inserida no cometa, ficou sem bateria e acabou parando de funcionar. Mas, para a sorte dos pesquisadores a sonda Rosetta ainda orbita o cometa e continua enviando informações.

Com base nos dados recebidos, os pesquisadores afirmaram a existência do aminoácido glicina e o elemento fósforo no cometa. Estas substâncias são componentes básicos do DNA, das proteínas e das membranas celulares. Com isso, essa é a primeira vez que achamos estas duas substâncias num mesmo lugar fora da Terra.

Isto mostra que mesmo corpos estelares primitivos, como cometas, contêm uma complexa sopa química. Este cometa contém tudo o que é essencial à vida, menos a energia”, disse Kathrin Altwegg, da equipe da sonda Rosetta, em entrevista ao jornal inglês The Guardian.

A equipe de pesquisadores não informou quais serão os próximos passos da pesquisa, mas devemos ter mais informações em breve. [Astronomy Now]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...