Artigos científicos, notícias e muito mais.

Stephen Hawking alerta novamente para os perigos da inteligência artificial

Com informações de Futurism

Em uma entrevista concedida recentemente ao portal ‘WIRED‘, o famoso cientista Stephen Hawking chamou atenção ao dizer que pode ser uma questão de tempo até que os seres humanos sejam obrigados a procurar outro planeta para viver. Isso, de acordo com o físico, provavelmente acontecerá por conta do crescimento exarcebado da população humana, junto com o avanço da inteligência artificial (I.A).

Essa não é a primeira vez que Hawking se mostra assustado com o potencial de ameaça da I.A, e mais uma vez ele defendeu a ideia de que em algum momento da história as máquinas de inteligência artificial podem ser tornar mais inteligentes que os seres humanos, substituindo-nos no papel de “espécie comandante” na Terra. “O gênio está fora da lâmpada. Eu temo que a I.A possa substituir os seres humanos”, disse o cientista ao WIRED.

Conforme lembra uma publicação do portal ‘Futurism’, Hawking já havia dito que um “apocalipse” causado pela inteligência artificial era iminente, e que políticas governamentais de ordem internacional deveriam ser tomadas para controlar a tecnologia. Uma das principais preocupações do cientista é a criação de máquinas inteligentes projetadas para fins militares. No entanto, o cientista não parece estar assustando ninguém, visto que uma série de países ao redor do mundo (como os EUA e a Rússia) seguem perseguindo avanços na área de inteligência artificial.

“Se as pessoas são capazes de projetar vírus para computadores, alguém também poderia projetar um tipo de inteligência artificial que se aprimore e possa se replicar. Esta será uma nova forma de vida, que supera os humanos”, alertou Hawking ao WIRED.

O apocalipse e o fim da vida humana na Terra é tema recorrente nas falas do cientista, que também já previu que a humanidade deve ter cerca de 100 anos de vida na Terra até que as coisas fiquem bem difíceis por aqui. O cientista, no entanto não oferece nenhuma sugestão de quando a inteligência artificial poderá passar a ser uma ameaça real para os seres humanos.

O fato é que, se máquinas de destruição extremamente poderosas caírem nas mãos erradas, teremos realmente um grande problema no mundo inteiro. O que um governo autoritário e amigável à guerra poderia fazer, por exemplo, com um exército de robôs preparados para matar?

Esperamos que nunca precisemos descobrir.

Comentários
Carregando...