Artigos científicos, notícias e muito mais.

Tempestade de areia revela novas linhas de Nazca

Durante voo sobre a cidade desértica de Nazca (Peru) após uma tempestade de areia, piloto de avião localiza geóglifos que até então eram desconhecidos.

Climatologia Geográfica

Descobertas no ano de 1935, as linhas de Nazca cobrem uma área de 450 quilômetros quadrados na costa do Peru.

Divergindo de muitas teorias conspiratórias e ufológicas (como a série Alienígenas do Passado, por exemplo), existem evidências de que tais afirmações não podem ser comprovadas.

Os cerca de 700 geóglifos existentes, que são patrimônio mundial da UNESCO desde 1994, em formatos de plantas, animais ou formas geométricas datam de aproximadamente 1500 a 2000 anos atrás. Pesquisadores acreditam que as linhas de Nazca foram criadas por meio da remoção de vários centímetros de grânulos revestidos com óxido de ferro, deixando a areia mais leve embaixo, em forte contraste com o resto da área.

As figuras descobertas aparentam ser uma cobra de cerca de 60 metros, um pássaro, um animal semelhante a uma lhama e alguns traços com formas menos definidas.

Conforme o jornal El Comerico, que noticiou a descoberta, os pesquisadores acreditam que os traços foram criados no período de transição entre as culturas Paracas e Nazca. Agora,só nos resta aguardar que os arqueólogos autentiquem a descoberta.

Fontes:

IFFCG

Phys

Comentários
Carregando...