Artigos científicos, notícias e muito mais.

Teste rápido pode dizer se paciente precisa de antibióticos

Já falamos aqui sobre como é importante fazer o uso do correto dos antibióticos, bem como o quão complicado pode ser para o planeta como um todo se começarmos as desrespeitar as regras para o uso correto do medicamento. Entretanto, se uma pessoa está em uma situação difícil, mal, e o teste para você saber se a pessoa realmente precisa de antibióticos for demorar, o que você faz? Inicia o tratamento ou aguarda?

Talvez esse dilema fique um pouco menor graças ao estudo que apresentaremos a seguir. O cientista Efraim Tsalik, da Universidade de Duke, juntamente com seus colegas, está trabalhando em uma nova abordagem para lidar com pessoas que precisam de antibióticos. “A nova abordagem que tomamos repousa sobre a premissa de que a qualquer momento estamos expostos a algo em nosso ambiente, quer seja fumaça de cigarro, mudanças na nossa dieta ou uma infecção – e nossos corpos reagem a isso.”

Tsalik e sua equipe investigaram as expressões genéticas, ou seja, quais genes estão ativados e quais permanecem dormentes, em 273 pacientes de uma sala de emergência. Alguns tinham alguma infecção bacteriana, alguns tinham apenas uma virose. Alguns também tinham os dois e alguns em contrapartida nenhum deles.  Os pesquisadores também estudaram 44 adultos saudáveis ​​como grupo de controle, que, grosso modo, é um grupo utilizado em pesquisas para se obter um padrão para comparação.

 Os cientistas encontraram expressões genéticas distintas para situações onde o paciente apresenta uma resposta muito característica de infecções virais. Outras expressões, indicam infecção bacteriana. Por sua vez, também há expressões genéticas que não indicam infecção alguma.

Em seguida, os pesquisadores confrontaram essas assinaturas genéticas de ativação com conjuntos de infecções de pacientes, cujos dados estavam disponíveis publicamente. O método foi 87% preciso. O estudo está na revista Science Translational Medicine. [Ephraim L. Tsalik et al, Host gene expression classifiers diagnose acute respiratory illness etiology].

Atualmente, esses testes de genes levariam em torno de 10 horas para retornar um diagnóstico. Assim, os pesquisadores já estão trabalhando para desenvolver uma ferramenta de diagnóstico que pretende cortar esse tempo de retorno para apenas uma hora, de modo que os médicos poderiam prescrever antibióticos mais rapidamente.

Fonte: Scientific American

Comentários
Carregando...