Transmissão ao vivo: Um passeio por Titã, as novas descobertas da missão Cassini-Huygens.

24

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A descoberta de Titã ocorreu 45 anos após a descoberta dos satélites de Júpiter por Galileo através das observações do astrônomo e matemático holandês Christiaan Huygens. Entretanto, o satélite não havia sido nomeado até meados de 1800 quando o astrônomo britânico John Herschel sugeriu como nome Titã, pois o mesmo se destacava como o maior dos satélites de Saturno.

Até o século 20, pouco se sabia sobre Titã. Um dos grandes passos no estudo deste satélite foi dado nos anos 40, quando Gerard Kuiper usando o espectrógrafo no telescópio do Observatório McDonald no Texas, encontrou a assinatura de gás metano na luz refletida pelo satélite. Isto evidenciava a existência de uma atmosfera em torno de Titã, tornando-o um caso único em todo Sistema Solar.

11694346_10207093751208049_840740901_n

Apesar de ter sido formado durante o início do sistema Solar, a superfície de Titã tem entre 100 milhões e 1 bilhão de anos. Processos geológicos redesenharam sua superfície. A atmosfera de Titã é duas vezes mais espessa que a da Terra, fato que dificulta a análise de sua superfície por meios ópticos.

A sonda Cassini utilizou instrumentos de detecção que captam radiação infravermelha para fazer um mapeamento de sua superfície. As primeiras imagens da superfície revelaram uma geologia diversificada com áreas planas, montanhas, regiões semelhantes a canais de rios e o mais surpreendente, lagos e mares. Foram também encontrados criovulcões, que ejetam água e amônia, indicando que Titã tem uma atividade geológica.

Além destas informações, muitas descobertas ao longo do tempo foram feitas por cientistas e pesquisadores, e é na transmissão de hoje do Projeto Ciência e Astronomia, que eles irão apresentar estes resultados para as pessoas que estiverem assistindo.

Para falar mais sobre o tema, teremos a presença de Rafael Cândido, que faz parte da equipe do Ciência e Astronomia. Ele é formado em Engenharia Quimica pela Poli-USP, Analista de Sistemas pela Fatec-Unesp e doutorando de Engenharia Aeroespacial no ITA.

Será às 20:00 (Horário de Brasília) e poderá ser acompanhado pelo streaming abaixo:

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...