Top 5 mitos tecnológicos sobre o futuro: A singularidade tecnológica (2/5)

78

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Nos anos recentes, futuristas proeminentes como Ray Kurzwil alegaram que nós estamos nos aproximando da singularidade tecnológica, talvez até 2030. Há muitas concepções diferentes sobre o que exatamente a singularidade é ou será. Alguns dizem que seres de inteligência artificial, com pensamento e criatividade independente, irão confrontar humanos. Em outras palavras, as máquinas irão superar os humanos na inteligência e se tornar a espécie dominante no planeta, capazes de criar suas próprias  – e mais inteligentes – máquinas. Outros dizem que a singularidade irá envolver uma explosão tecnológica no poder dos computadores, fazendo com que humanos e máquinas se fundam e criem algo novo, como o compartilhamento de pensamentos por meio de uploads.

913Críticos da ideia, como o escritor e acadêmico Douglas Hofstadter, alegam que esses “cenários de ficção científica” são essencialmente especulativos. Hofstadter diz que as discussões contemporâneas sobre o assunto são vagas e desnecessárias. Há também poucas evidências de que a espécie de onda de inovação tecnológica prevista por Kurzweil e outrso futuristas seja iminente.

Mitch Kapor, ex-diretor executivo da Lotus, chamou a singularidade de “design inteligente para as pessoas com QI maior que 140”. Uma revista chamou de “o Rapto dos geeks“. O cientista da computação Jeff Hawkings afirma, ainda, que, embora possamos criar máquinas altamente inteligentes – melhores do que qualquer coisa que temos hoje -, a verdadeira inteligência tem base na “experiência e no condicionamento”, ou seja, seria necessário mais do que programação e poder de processamento avançados.

Céticos apontam para inúmeras fantasias de ficção científicas e previsões do passado que ainda não se tornaram realidade como prova de que a singularidade é apenas outro sonho de vivência. Eles também argumentam que será difícil e levará muito tempo para entender a natureza da consciência e mais tempo ainda para imitá-la dentro de uma máquina.

Por final, a iminente vinda da singularidade tecnológica depende, em grande parte, da continuação da Lei de Moore, que prevê um desenvolvimento tecnológico significativo a cada 18 meses.

[divider]Traduzido e adaptado de:

http://electronics.howstuffworks.com/tech-myths/5-future-technology-myths.htm#page=2

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...