Transmissão ao vivo: Chuva de meteoros Eta aquarídeas

41

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A chuva de meteoros da Etas aquarídeas ocorrem todos os anos nas primeiras semanas de maio, podendo proporcionar uma quantidade interessante de meteoros por hora. O radiante da chuva se encontra na Constelação do aquário (Radiante é a parte no qual a chuva de meteoros se origina, um ponto de referência para a observação durante a noite).

A chuva está relacionada aos rastros de destroços deixados pelo cometa 1P/Halley, descoberto pelo astrônomo Alexander Herschel (não confunda o nome com o cometa Halley que tem sua órbita datada de 76 em 76 anos).

Os meteoros são caracterizados por restos de rocha e poeira que desprendem do cometa e vagão pelo espaço. Quando o Planeta Terra passa pelo caminho do cometa, os destroços alcançam nossa atmosfera e são desintegrados por conta da alta velocidade e pressão. Ganhamos com isso belos espetáculos com flares dos meteoros no céu.

10599314_759910320731879_5403500993464601710_n

Os mais antigos dizem que quando vemos um meteoro no céu, devemos fazer um pedido para que seja realizado. Então anote todos os seus pedidos pois a chuva tem um pico de aproximadamente 20 meteoros por hora, dependendo da condição climática onde você se encontra.

Em contra partida, estaremos nesta data com fase de lua cheia, prejudicando um pouco a observação por conta da poluição luminosa que ela gera, o mais recomendado é que os observadores que locomovam para um local longe das metrópoles, diminuindo assim a luz artificial de postes.

Caso você esteja com uma condição ruim para observar, a página Ciência e Astronomia irá fazer a transmissão ao vivo da chuva com parceria da Astrocan – estação Rcp1 Bramon, nos cedendo as imagens direto de São Paulo no dia 06/05 a partir das 03:00 (Horário de Brasília).

Acompanhe a transmissão pelo player abaixo:

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...