Um paciente sai do coma graças a um novo procedimento

5

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma novidade para as pessoas com lesões cerebrais atraiu o interesse do mundo da medicina por causa do progresso feito por um dispositivo inovador de ultra-som de baixa intensidade que tem permitido a recuperação parcial de um paciente de 25 anos em estado de coma, relata a a revista científica Brain Stimulation.

A técnica médica, chamada “baixa intensidade sonora para o tratamento de lesões do tálamo’, serve para ativar um dispositivo avançado do tamanho de um palito capaz de emanar níveis de energia que podem ser dirigidos para diferentes regiões do cérebro para “excitar o tecido”, para assim estimular as terminações nervosas e a sua ativação.

A experiência positiva do novo procedimento médico encontra-se nos resultados obtidos com o processo de recuperação incrível experimentado por um indivíduo que respondia de maneira limitada e que quase não conseguia se comunicar de forma eficaz.

O paciente, explica o estudo publicado na revista científica, teve o dispositivo colocado em uma lado da cabeça e depois o sistema foi ativado 10 vezes durante 30 segundos por um período de 10 minutos.

Com um dia de tratamento, as respostas cognitivas do indivíduo já tinham melhorado “significativamente” e “três dias mais tarde, o paciente tinha recuperado a consciência total, compressão de toda a linguagem e poderia se comunicar de forma confiável com mensagens de sim ou não”. [Brain Stimulation]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...