Um pequeno vórtice oceânico com um toque de ‘arte pop’

10

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Corais podem chicotear águas em redemoinhos que põem em movimento resíduos de comida para se alimentarem e eliminar os excessos.  Cientistas sabem que cerdas semelhantes à pelos ou cílios em corais os ajudam a capturar nutrientes,  mas a finalidade das cerdas que revestem os vales de corais de pólipos ainda é misteriosa.  Usando microscopia de vídeo, o engenheiro ambiental do MIT, Vicente Fernandez e sua equipe gravaram um pequeno vídeo do coral Pocillopora damicornis  em águas marinhas. Os pesquisadores traçaram caminhos das partículas (douradas) e a localização dos pólipos (rosa) capturados no primeiro vídeo e o caminho e os pólipos (azul e roxo) capturados no segundo, e então eles os combinaram.

A imagem resultante, que ganhou o prêmio de fotografia em 2013 da International Science & Engineering Visualization Challenge, mostrou que os corais mudaram de posição ao longo do tempo,  mas o turbilhão do vórtice que se localiza em um intervalo de 3 mm entre eles permaneceram imóveis.  Esses constantes redemoinhos podem manter os corais saudáveis, diz Fernandez, e as cerdas entes os corais provavelmente mantém a água girando.

Referência:

https://www.sciencenews.org/article/tiny-ocean-vortex-pop-art-pizzazz

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...